terça-feira, 8 de novembro de 2011

Extremo

1. Situado na extremidade. 
2. O mais distante.
3. Muito perfeito.
4. Oposto, contrário.
5. Que se encontra distante do que é considerado normal ou tradicional. 
6. Extremidade.
7. O primeiro e último termos de uma proporção.
8. O que está em extremidade, situação ou qualidade oposta diametralmente à outra.
“Sou companhia, 
mas posso ser solidão. 
Tranquilidade e inconstância. 
Pedra e coração. 
Sou abraços, sorrisos, 
ânimo, bom humor, sarcasmo, 
preguiça e sono, 
música alta e silêncio. 
Serei o que você quiser, 
mas só quando eu quiser.”
Clarice Lispector

4 comentários:

  1. Amada Mariana as vezes precisamos de extremos para conseguir o meio termo!Amei o texto da Clarice!Flor obrigada pelas palavras ontem no blog saiba que fizeram a diferença e estou hj menos chão!Bj Ótima terça.

    ResponderExcluir
  2. Clarisse Lispector é onde me identifico... Quantos extremos, entreo o alto e o baixo, entre o lá e o cá... somos nós, seres humanos, tão complexo e ao mesmo tempo tão simples na poesia...

    Adoro esses trechos...

    BJinho

    ResponderExcluir
  3. Preguiça e sono, nesse momento, me define.

    =*

    ResponderExcluir

"Já que se há de escrever, que pelo menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas."

Clarice Lispector

Pesquisar